Mike Pelletier

Constraint Iterations

FILE São Paulo 2022 | Instalações
Festival Internacional de Linguagem Eletrônica

 

Na série Constraint Iterations, eu estava examinando o movimento humano registrado pela captura de movimento como forma de gerar aleatoriedade. Comecei usando movimentos armazenados em bases de dados como a do CMU e a Mixamo. O problema é que muitas dessas sequências de captura de movimento são consideravelmente reconhecíveis por serem tão largamente utilizadas. Eu tentei elaborar sistemas para modificar esses movimentos e criar algo novo. Os movimentos registrados seriam um ponto de partida, mas, processados pelo sistema, eles ficam bem diferentes. Cada peça da série segue alguns dos mesmos conjutos de regras, com o número de figuras que interagem umas com as outras aumentando.

Bio:
Mike Pelletier é um artista canadense radicado em Amsterdã, Holanda. O trabalho dele explora a divisa entre o espaço digital e o físico, frequentemente se perdendo no misterioso vale que há nela. Muitas vezes tem por foco a maneira como a tecnologia é usada para representar o corpo humano, sendo informada e influenciada por práticas artísticas e históricas de confecção de imagens e representação. O trabalho de Pelletier esteve em exposições e festivais por todo o mundo. Ele tem mestrado pelo Piet Zwart Institute em Roterdã. Recebeu uma Prix Ars Electronica Honorary Mention em 2016 e o FILE Video Art Award em 2017.